Apoio: Advogados em Curitiba

Apoio: Advogados em Curitiba
Apoio: Brocher Advogados

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Vitimologia

                 A vitimologia é o ramo da criminologia que estuda o comportamento da vítima de um crime, como a avaliação das causas e dos efeitos da ação delitiva sobre ela e o incremento do risco da ocorrência do delito.

                   É um braço da ciência criminológica (embora alguns digam que é uma ciência autônoma).

                  Alguns nomes importantes no estudo da vitimologia foram: o professor alemão de criminologia Von Henting (que escreveu, em 1948, a obra "O criminoso e suas vítimas"), o mestre israelita Benjamin Mendelsohn, e os criminólogos mexicanos Luiz Rodriguez Manzanera e Maria de La Luz Lima.

                  Quanto aos objetivos da vitimologia, podemos destacar que a vitimologia procura alcançar três perspectivas essenciais:

(1) analisar e compreender a magnitude do problema que envolve a vítima de um crime;
(2) explicar as causas da vitimização;
(3) desenvolver um sistema que possa reduzir a vitimização e dar assistência às vítimas;

           Vale observar que a doutrina fala de uma tríplice esfera no processo de vitimização, a qual pode ser: primária, secundária e terciária.

             (a) Vitimização Primária: são as consequencias do delito que atingem diretamente o ofendido;

             (b) Vitimização Secundária: são os ônus da burocracia, são as vitimizações geradas pelo próprio Estado quando demora a dar uma resposta ao crime (casos de longos processos criminais, muitos quase infindáveis no tempo);

              (c) Vitimização Terciária: É aquela que toca o autor do fato. É a hipótese em que o criminoso se torna vítima de uma punição desproporcional. (Sevícias no cárcere, cárcere lotado, etc).


                          
     

Nenhum comentário: